Tarot Egípcio: O mais antigo

O tarot egípcio é o mais antigo conhecido, já que muitos especialistas afirmam que o tarô surgiu do Egito ao encontrar hieróglifos que hoje podemos observar em cada carta. Foi precisamente lá, no Egito antigo, onde se começaram a praticar as artes divinatórias com objetos, animais e até mesmo com comida.

Agora  pode se beneficiar da sabedoria deles e conhecer o seu destino através da leitura das cartas de go tarô egípcio. Encontre respostas para as suas perguntas e tire suas dúvidas agora. Só concentre-se no que deseja saber, selecione as 3 cartas que desejar no baralho e ele revela a sua leitura. Assim tão fácil!

A origem do tarô egípcio

Mesmo que seja verdade que os especialistas não concordam com quem criou o tarô, os autores que o estudaram coincidem com sua origem egípcia. Já seja porque é baseado no número 7 ou porque suas cartas estão divididas em 4 grupos. Mas o autor que soube aplicar esse maravilhoso jogo à arte da adivinhação foi o Cartomante Etteilla, no qual nos basearíamos para explicar a interpretação das cartas de tarô egípcio.

O tarô egípcio deriva diretamente do Livro de Thoth, tal como Etteilla o chamou, que serviu de exemplo para os estudiosos de tarô posteriores.

No tarô egípcio, podemos encontrar as influências das virtudes, os doze períodos do ano e os quatro estágios da vida.

Livro de Thoth

Existem três cartas no tarô egípcio que somente com elas poderia ser demonstrada a tese final da utilidade do tarô. Eles são O mago, que nos mostra que nem tudo o que o ser humano faz é verdade, se não que pode ser uma ilusão; O Louco, que simboliza o inconsciente e a separação entre o mal e o bem, forças que entram em conflito em nossas vidas; A Morte, um símbolo de que tudo o que nós somos um dia terminará.

As cartas do Tarô Egípcio

O baralho de tarô egípcio consiste em 78 cartas, 22 dessas cartas são chamadas Arcanos Maiores, e entre essas cartas há uma que é representada pelo número zero. Esse grupo de arcanos maiores é dividido em três grupos associados ao mundo moral, ao mundo físico e ao mundo intelectual.

As 56 cartas restantes são os arcanos menores, que representam a humanidade e as experiências da vida. Este conjunto de cartas agrupam-se em 4 naipes representando classes sociais:

  • As copas: simbolizam a nobreza, a ciência, o sacerdócio, a inteligência e o amor. Representam o povo egípcio, a divindade, o seu símbolo é um cálice é a sua cor é o rubi.
  • As espadas: simbolizam a soberania, a milícia, a paixão, a dor e a pena. Representam a vigilância, a luta, os guerreiros. Seu símbolo é uma espada e sua cor é o vermelho.
  • Os ouros: Simbolizam o dinheiro, os comerciantes e os relacionamentos físicos. Representam os relacionamentos comerciais, os vínculos entre as pessoas. Seu símbolo é um sol estampado e uma moeda de ouro e a sua cor é o azul.
  • Os paus: Simbolizam a agricultura, o trabalho e a propriedade. Representam tudo aquilo que alimenta nossa vida, as necessidades básicas do ser humano. Têm como símbolo um bastão e sua cor é o amarelo.
cartas do Taro Egipcio

Classificação das cartas de tarot egípcio

Cada naipe  agrupa-se com 10 cartas mais quatro figuras que são o Rei, a Rainha ou dama, o Cavalheiro ou cavalo e o Valete.

A configuração dos números de cada uma dessas 10 cartas é absolutamente necessária para explicar o seu significado e que sua ordem progressiva faça sentido. Os dez números mais zero oferecem significados diferentes ao se relacionarem entre eles, pois, se, por exemplo, saísse a carta com o número 35, ela poderia ser reduzida para 8 pela soma de seus dígitos. É por isso que pode fazer uma primeira leitura das cartas de tarô egípcio com as cartas encontradas e outra leitura com a soma dos dígitos das cartas. A interpretação das cartas de tarô egípcio deitadas seria então um resumo das duas leituras das cartas encontradas.

leitura tarot egipcio online

Cada um desses dez números corresponde a um significado:

  • Número 1: é o começo, o princípio e o fim. Expressa simplicidade, alma e espírito universal.
  • Número 2: é o primeiro número, que representa o ser humano no tarô egípcio.
  • Número 3: este é o segundo número, simboliza os triângulos, as dimensões geométricas: altura, comprimento e largura. Representa a reprodução.
  • Número 4: segundo número par, este é o número que representa as quatro qualidades elementares do universo, que são calor, frio, umidade e secura. Dois pontos positivos e dois negativos compõem o  equilíbrio desta carta.
  • Número 5: número constituído pelos que o precedem, simbolizado pelo triângulo e a linha, o quadrado e a unidade
  • Número 6: este é o primeiro número perfeito, emblema da Terra.
  • Número 7: este número simboliza a distância, o emblema do mineral.
  • Número 8: está associado ao mundo vegetal.
  • Número 9: este é o número do reino animal, uma alma sensível.
  • Número 10 ou 0: emblema passivo e sem número da terra, adequado para qualquer valor.

Todas as 78 cartas do tarô egípcio estão numeradas, de 1 a 77, mais o número zero. Os números depois do 10 são lidos da direita para a esquerda, é assim que são lidos em hebraico. Assim, a carta com o número 23 será analisada como 3 e 2.

A cada carta dos arcanos maiores corresponde uma letra do alfabeto hebraico, como os egípcios estipularam. Isso confere às cartas um significado adicional, pois, dependendo de onde elas estejam colocadas, formarão palavras ou nomes colocando essas letras juntas.

Estas letras nos dão energias celestes que influenciam nosso mundo. Existem, portanto, 7 letras duplas que representam os planetas do sistema solar, 12 letras simples que simbolizam cada um dos signos do zodíaco e, finalmente, 3 letras chamadas “as três mães” relacionadas às três cartas principais que mencionamos anteriormente.: O Mago, O Louco e a Morte.

tarot egipcio

Além disso, doze dos arcanos principais representam os signos do zodíaco, combinando o seu significado com sua casa zodiacal. E sete dos arcanos maiores simbolizam os planetas de nosso sistema solar, mantendo concordância com o seu significado astrológico. Isso também acontece com os arcanos menores, eles têm suas correspondências astrológicas: os quatro reis, as quatro rainhas, os quatro cavalheiros e os quatro valetes também representam os signos do zodíaco.

A astrologia está muito presente no tarô egípcio como também está muito presente em nossos corpos, já que cada signo zodiacal representa uma parte do nosso corpo. E as cartas que se referem aos nossos 7 planetas também representam as 7 virtudes.

Além disso, dependendo se o carta estiver ao direito ou ao contrário, terá um significado diferente.

Alguns dos outros baralhos de tarô existentes são úteis para estudar o tarô egípcio, como o tarô de Marselha, o tarot de Schaffhausen e o tarô italiano.

error: